domingo, 25 de maio de 2014

A DANÇA DOS APOIOS NO NOROESTE FLUMINENSE TEM POSIÇÕES INDEFINIDAS

Na foto os pré-candidatos a governador do Rio de Janeiro, Pezão, Lindberg, Garotinho, Crivela e Miro Teixeira


Como transcrito em matéria do jornal O Dia, da semana passada, a dança dos apoios continua muito firme durante a semana e a indefinição ainda é muito grande. Nenhum prefeito manifestou apoio público e explícito aos pré-candidatos. Mas o blog vai fazer uma análise sobre cada cidade. Mas é bom se considerar, coisa que os candidatos ainda não perceberam, que os prefeitos estão em baixa na maioria das cidades, na ressaca dos dois primeiros anos de mandato. Em Miracema, por exemplo, o prefeito ainda não inaugurou uma única obra.


MIRACEMA

O prefeito de Miracema foi eleito pelo PR, partido do deputado Garotinho, que o apoiou em campanha eleitoral com recursos e força política. Mas hoje Juedyr Orsay está filiado ao Solidariedade, que é da base do governador Pezão (PMDB). E com a assinatura das verbas do programa Somando Forças, a tendência é o apoio de Juedyr a Pezão, por medo dos repasses da verba do Estado não serem repassadas ou dificultadas as sua transferência. O eleitor que votou em Juedyr por causa de Garotinho fica a ver navios.

O vice-prefeito Rafael Moreira, que está sumido da mídia, mas trabalha nos bastidores, não demonstrou apoio a nenhum dos pré-candidatos, mas sua proximidade com o deputado Hugo Leal, a opção também deve ser por Pezão. Ao que parece, Rafael trabalha na campanha de dois pré-candidatos a deputado, um seria vereador da cidade de Valença e outro seria o próprio Leal. Nessa semana, Moreira teria participado de uma reunião com o Defensor Público Marcos Lang, que é pré-candidato a deputado estadual. Parece um início de namoro que já traça metas para as eleições municipais, em que Rafael é provavel candidato a prefeito.


PÁDUA

Josias Quintal, que foi secretário de Garotinho de Segurança Pública e deputado aliado ao ex-governador, tende a apoiá-lo. Até porque, seu arquirival municipal, o ex-prefeito Nando, deve apoiar Pezão e em Pádua dificilmente ele ficariam no mesmo palanque. O que se sabe é que os recursos do Estado também andam fazendo a diferença. Josias teria sido beneficiado com forte apoio financeiro para a realização da Exposição Agropecuária vindo da caneta de Pezão e isso estaria até pesando no futuro apoio.

O vice-prefeito de Pádua tem atuação política inexpressiva e sua tendência deve ser ficar ao lado do prefeito.


LAJE DO MURIAÉ

O prefeito Rivelino, a exemplo de Juedyr, foi eleito com apoio de Garotinho, mas ainda não definiu seu palanque Estadual. Como Laje tem poucos recursos próprios, deve ficar dependendo dos recursos do Estado, o que levaria a um apoio ao governador Pezão. Mas quem analisa a política em Laje diz que Rivelino é muito sério e manteria o apoio a Garotinho, por questões puramente partidárias.

Já o vice-prefeito de Laje, Léo Dubary, tem manifestado apoio explícito a Garotinho, inclusive participou de recepção ao ex-governador na cidade.


SÃO JOSÉ DE UBÁ

Inexpressivo politicamente, eleito apenas pelo apoio do ex-prefeito José Hylen, o prefeito de Ubá, Gean, vai apoiar Pezão, conforme demonstrado em inúmeras demonstrações públicas. A última foi a vinda, em seu aniversário, do presidente da ALERJ, Paulo Melo. O difícil é saber se Gean acrescenta ou tira votos de quem ele apoiar, pois sua impopularidade é patente na cidade. O prefeito não consegue sair da sombra do ex-prefeito, que é a grande figura política em Ubá.

O vice-prefeito Zezinho também é inexpressivo politicamente a nada representaria o seu apoio.


ITAPERUNA

O prefeito Alfredão foi outro que não decolou, vive na sombra dos ex-prefeitos Péricles e Jair Bitencourt. O ex-prefeito Jair deve ser candidato e apoiará Garotinho, de quem é antigo aliado, levando Alfredão para o mesmo caminho. No caso dele, também parece que nada acrescentaria politicamente a quem apoiar.

O vice-prefeito também não tem representatividade eleitoral capaz de atrair votos.

2 comentários:

Anônimo disse...

Em Natividade o prefeito Marcos Antônio teria em um breve pronunciamento na Câmara de vereadores declarado apoio ao Governador PEZÃO. O fato chamou atenção dos vereadores que davam como certo seu apoio ao candidato Garotinho do PR. Seria mais um Teatro do prefeito.

Blog Laje do Muriaé/RJ disse...

Léo Dubary é Presidente Estadual do PR JOVEM e um dos lideres da campanha de Garotinho no Noroeste Fluminense.

Heraldo Galliters