quarta-feira, 23 de novembro de 2011

CURSOS DE DIREITO NA BERLINDA

No Brasil, dos 1.210 cursos existentes atualmente, apenas 90 são recomendados pela OAB. A seleção considerou a aprovação dos bacharéis nas últimas três edições do Exame da Ordem Unificado e o conceito obtido pelas faculdades no Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes) de 2009.

As 90 escolas avaliadas pela entidade como as mais qualificadas do País vão receber o Selo OAB Recomenda, conforme anunciou o presidente nacional da entidade, Ophir Cavalcante.

Dos 27 Estados que tiveram seus cursos de Direito avaliados, dois não tiveram nenhum recomendado: Acre e Mato Grosso. Os cursos desses dois Estados não atingiram a nota mínima dentro dos critérios de avaliação da OAB ou estão submetidos a processos de supervisão do MEC (Ministério da Educação), ou, ainda, tiveram parecer desfavorável da Comissão Nacional de Educação Jurídica da OAB Nacional durante a análise dos processos de reconhecimento ou de renovação.

Veja os cursos recomendados pela OAB no Estado do Rio de Janeiro:

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO - Direito-Rio Rio de Janeiro

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – Uerj Rio de Janeiro

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – UniRio Rio de Janeiro

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO – UFRJ

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE – UFF Niterói

(Última Instância)

3 comentários:

Luiz Carlos Martins Pinheiro disse...

Caro José

Está é uma iniciativa muito válida da OAB pela melçhoria da qualidade de ensino de Direito.

Esperamos que faça muito mais pressionando o MEC para que feche imediatamente os cursos claramente sem condiçoes de qualidade e que vivem da exploração de incautos.

Outrossim que dificulte a abertura de novos que não odefreçam condições minimas para mais que 3.

Certamente não quer dizer que no Rio de Janeiro sejam recomendados curos das federais.

Abraços, saúde e Paz de Cristo.
Luiz Carlos/MPmemória.

Miracema disse...

Caro Luiz Carlos,

Aliado ao EXAME DE ORDEM, essa aferição é uma forma de melhorar nosso Judiciário, começando por quem faz a Justiça, os advogados.

Muito acertada a pesquisa.

abçs

José

Zé Maria Aquino disse...

Quando será que os cursos de medicina passarão por peneirada igual? Fechando verdadeiras fábricas que cobram em média 4 mil de mensalidade e pouco ou nada ensinam. Abraços