terça-feira, 5 de abril de 2011

GOVERNO DO ESTADO VAI APOIAR EXPOSIÇÃO DE MIRACEMA

O prefeito Ivany Samel (PMDB) apelou e o governador Sérgio Cabral (PMDB), resolveu apoiar a realização da 47º Exposição Agropecuária e Industrial de Miracema. O Estado disponibilizará a quantia de R$ 100.000,00 (cem mil reais) para patrocinar o evento. Os recursos são oriundos da Secretaria de Comunicação do Estado.

A disponibilização da verba só foi possível porque o evento miracemense, pela primeira vez na história, faz parte do calendário oficial de eventos do Estado do Rio de Janeiro. Isso porque foi reconhecido por sua importância adquirida nos dois primeiros anos do mandato de Ivany Samel.

Parabéns Miracema!!!

5 comentários:

Ex-aluna do SENAC/Miracema disse...

Drº José Souto.

Como Procurador desse Município , existe alguma possibilidade do Governo Municipal (PMDB) impossibilitar a ida do SENAC/Miracema para outra cidade?Miracema está perdendo tudo por conta de quem?Pode me responder?Não há interesse que permaneça nesse Município o SENAC?

cave@ri disse...

Já estão confirmados os shows da expo 2011??? abracos
Renato Caveari

jlsilva disse...

Caro Dr. José Souto pela primeira vez na história tivemos o Prefeito, Governador e Prsidente da República (começou a piorar pois saiu agora), todos vascaínos, lógico que a sintonia teria que ser perfeita e os resultados também, por isso, não adianta implicar comigo pois estamos por cima da carne seca. / Abrs.

Miracema disse...

Caro amigo José Luiz,

Inicialmente devo dizer que nada tenho contra o Vasco, apesar de torcer para o Flamengo.

Realmente você tem razão, somos governados por vascaínos.

Aliás, o Cabral já disse que quando deixar o governo vai disputar a presidencia do Vasco. Seria uma boa.

Já o prefeito Ivany é um torcedor conformado, sabe das limitações do time que escolheu. Torce com humildade.

Mas só de você ter comentado aqui nesse blog, já ganhei o dia.

abçs

José Souto Tostes

jlsilva disse...

DR. José Souto seu blog está nos meus favoritos, serei mais constante nos comentários. / Abrs.