quarta-feira, 1 de junho de 2011

CASO PALOCCI

Há quem diga que é implicância dos jornais. Aliás, esses jornais são chamados de PIG (Partido da Imprensa Golpista) por um grupo de pessoas. O problema é que o direito de exigir prestação de contas é inerente aos regimes democráticos. Se Palocci nada deve, creio que deveria vir a público e explicar como conseguiu comprar os imóveis citados nas reportagens.

É inacreditável um governo voltar todas as suas forças políticas para abafar um convite do Congresso Nacional para que o Ministro Palocci explique suas rendas, obtidas em período que ele não ocupava cargo no Governo Federal.

Hoje travou-se uma verdadeira luta para que Palocci não seja chamado a uma comissão da Câmara Federal. O presidente da Casa foi obrigado a suspender o convite que os oposicionistas dizem ter aprovado.

Que país é este?

2 comentários:

jlsilva disse...

A exsenadora Heloísa Helena, vez por outra dizia: "não coloco minha mão no fogo pois não quero que vire churrasquinho". Nesse caso, a oposição parece estar mais a fim de tumultuar com denuncismo, do que provas concretas, todavia, devemos reconhecer que, o homem público deve ser e parecer honesto, sempre assim, ainda mais em se tratando do ministro PALOCCI, onde seu passado com qualquer denúncia o condena antecipadamente, isto é, não parece sério, deve ser, porém, não parece. / Portanto, seria muito bom para o governo Dilma que, o Ministro compareça urgentemente ao congresso e se explique para a nação, por falta de outro assunto, a oposição que está completamente perdida, continuará batendo sempre nessa tecla. / Quem não deve, ao contrário do que diz o dito popular, teme, sim senhor, teme sim, como no caso: como explicar tanta riqueza em tão pouco tempo? Até pode ser verdade, porém, não é fácil explicar, principalmente para uma oposição sedenta por escândalos. / Abrs.

Miracema disse...

Caro José Luiz,

Quero ver seus comentários na notícia do Vasco, embaixo dessa.

abçs

José Souto