domingo, 15 de maio de 2011

PROJETO DO ARROZ DE MIRACEMA, ONDE ESTÁ?


Tenho ouvido ultimamente as pessoas falando sobre um tal projeto do arroz, de Miracema. Queria muito saber onde ele está? Na verdade, acho que está apenas na imaginação do ex-prefeito Carlos Roberto Medeiros (PV) que o idealizou e mudou várias vezes os planos que traçou inicialmente. A Prefeitura e o próprio PADEM não dispõem de tal projeto. Ou seja, o governo do Estado investiu sem ver o tal projeto.

Na verdade, uma empresa que participou e venceu a licitação para fornecer os equipamentos, foi quem elaborou o projeto físico lá da máquina de arroz projetada pelo então prefeito. Não existe, no papel, os planos, os investimentos e como seriam atraídos produtores para participar do tal projeto.

Acho que foi desperdiçado dinheiro público nesse projeto. E uma verdadeira banana podre foi deixada nas mãos da atual administração. Aliás, no primeiro ano após a posse do atual prefeito, o maquinário de colheita não funcionava, não existia peças de reposição para as máquinas de origem Chinesa e a manutenção demorada e difícil acabou desanimando muita gente.

Um consultor ouvido pelo blog, falou que a idéia de preparação das várzeas não funciona. Segundo ele, é questão de estudar física. Então, quando falarem de projeto do arroz, queria que me apresentassem o mesmo.

Ou seja, o tal projeto do arroz, NÃO EXISTE! Ou, pelo menos, nunca foi para o papel! E se foi, não consta dos processos da prefeitura, nem na licitação dos equipamentos.

Atualizando: Um servidor da prefeitura ainda me esclareceu. Quem fez o projeto para montagem dos silos foi a atual administração. Nem isto havia na prefeitura quando Ivany Samel assumiu. Também nos informa que em breve o maquinário, que está guardado no local do galpão será montado e estará em funcionamento.

10 comentários:

Anônimo disse...

tem q perguntar aos verdes uai

Anônimo disse...

o arroz é bom com taioba

julinho

Anônimo disse...

Ai meu Deus!!!!!!!!!!!TAIOBA NÃO!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Gente,é melhor com taioba do q com canjiquinha

Anônimo disse...

porque a procuradoria do município não entra com uma ação civil pública contra os responsáveis?????

Anônimo disse...

O Dr. ñ achou nenhum projeto na prefeitura porque o projeto ñ é municipal é REGIONAL apresentado ao PRONAF. Com responsabilidade de gestão da PMM.

Anônimo disse...

Eu sou dos que acreditam que uma idéia pode não dar certo num primeiro momento, mas alcançar êxito adiante.

Pode ser que tenham errado na elaboração ou execução do projeto. Mas havia uma idéia e houve uma tentativa.

Penso que algo há de se alcançar de proveitoso com aquele projeto, nem que seja somente a sua origem.

Se por fim, for de todo inviável, isso já é outra história.
Mas quem sabe uma idéia antiga, que não vingou, não pode ser melhorada com os erros aprendidos e colocada em prática com sucesso?

Idéia, mérito de um; execução, mérito de outro. Isso para satisfazer a quem quer saber quem fez porque, na verdade, o sucesso é de todos e esse é o objetivo, não é mesmo?

Um abraço a todos.

Orlando Siqueira

von-heldh disse...

Muito bom o comentário dos anonimos, mas acho que devemos sim apurar sobre este projeto e todos os outros problemas levantados na reunião da camera de vereadores do dia 09/05, pois como foi colocado varios problemas, é lógico que se deve provar e o acusado com certeza deve sim apresentar sua defeza.
Ouvi sobre os problemas futuro que poderão vir a ter as casas populares que estão sendo feitas lá no carrapixão, e por mais leigo que eu seje, acredito que os problemas levantados são de extremo carater de se averiguar, pois estamos lidando com vidas.
MAS, QUE SOU, PARA FALAR DISTO.

Anônimo disse...

Sr. Orlando Siqueira, dou toda razão ao sr. E principalmente porque foram gastos mais de R$ 2 milhões dos cofres públicos nesse projeto. Pelo menos seria preciso provar que o projeto não traz resultados, para efetuarem a descontinuidade da forma que ocorreu.

Miracema disse...

Caro Von-Held,

As denúncias apresentadas na Câmara não se sustentam. Espere que esta semana já terá um esclarecimento sobre cada item. Quem cantou a pedra pro denunciante, pode se cuidar.

Foi você não né?

abçs

José