terça-feira, 1 de março de 2011

MAURÍCIO DUARTE MONTEIRO:UMA ENCICLOPÉDIA VIVA DA HISTÓRIA DE MIRACEMA II - JK EM MIRACEMA

Prédio do Aeroclub de Miracema, sede do Rotary Club, onde JK dançou com a miss Estado do Rio de Janeiro

Segundo Maurício Monteiro, em conversa com o blogueiro, Miracema recebeu Juscelino Kubitschek de Oliveira a convite dele, mas através de carta enviada ao ex-presidente através do Rotary Club de Miracema. Com a carta nas mãos, JK conseguiu autorização da ditadura militar para se deslocar até nossa cidade. O Rotary é uma instituição internacional, e os militares não queriam brigas com nenhum organização que pudesse tornar público, no exterior, as barbaridades que cometiam aqui. Daí, não foi difícil a vinda de Juscelino a Miracema através do Rotary, onde foi recebido em reunião festiva na sede da instituição, no antigo Aeroclub de Miracema.

Para abrilhantar a festa da vinda de JK, uma grande reunião foi marcada na Fazenda da Cachoeira, que hospedou o ex-presidente. Lá, num discurso que, segundo Maurício, foi decorado por muitos que tiveram a oportunidade de acompanhar a reunião na linda fazenda. JK teria creditado aos momentos vividos em Miracema, a vontade de continuar vivendo, já que era pensamento corriqueiro a possibilidade de suicídio, como já narrado em alguns livros.

No salão do Aeroclub, JK dançou com a miss Estado do Rio de Janeiro, trazida de Campos para acompanhar o ex-presidente, famoso pé-de-valsa.

Mas emoção mesmo, como conta Maurício Monteiro, foi a hora do desembarque, no precário campo de pouso de Miracema (onde hoje existe o bairro Vila Nova). Segundo o advogado, chovia muito e o avião desceu com grande dificuldade. Era uma aeronave pequena e com poucos recursos e o campo de pouso dispunha apenas de uma biruta improvisada.

Maurício conta que mesmo diante da adversidade da hora da aterrisar, o ex-presidente insistiu e manteve a chegada à cidade sob forte chuva e muito vento. Um ato de verdadeiro heroismo, teriam dito os entendidos em aviação que habitavam Miracema.

Nenhum comentário: