quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

CHUVA DE ONTEM CAUSOU TRANSTORNOS NA ZONA RURAL DE MIRACEMA

Quem mora na saída de Miracema para Pádua (Campelo) está sem fornecimento de energia elétrica até agora (desde o temporal de ontem à tarde), porque a AMPLA ainda não conseguiu restabelecer a transmissão para essa população. Ou seja, os serviços da concessionária que atende Miracema são cada vez piores. Lembro que há 30 anos atrás, quando faltava energia na zona rural, especialmente em Campelo (Distrito de Pádua), a então concessionária, CERJ, trabalhava à noite e até de madrugada para atender aos sitiantes do local. Hoje parece que a sede de cortar a energia dos clientes inadimplentes impede que se faça um trabalho digno.

Alô AMPLA!!!

6 comentários:

Felipe disse...

A Ampla tem oferecido um serviço de péssima qualidade aos municipes. O tema já foi abordado na câmara por ns vereadores. Está na hora de protestar.

Miracema disse...

Felipe,

É bom que este protesto saia da Câmara mesmo, pois o serviço deles é serviço público, teria que priorizar o atendimento à população e não o corte desenfreado.

abçs

José Souto

Felipe disse...

Já que eles não fazem, o povo deve fazer. Como dizia o funkeio compositor" todos tem a força só precisam descobrir se eles lá não fazem nada faremos tudo daqui.

Abraços!

Adilson Dutra disse...

Sou testemunha destes atendimentos. Meu bom amigo Valadão, dos velhos tempos de TG 217 e futebol, deixava as peladas para atender estes chamamentos, e ia feliz da vida e certo de que iria cumprir seu dever com a sociedade.
Hoje... bem aí é melhor agir do jeito que o Souto falou, chame a resposabilidade prá quem de direito, o que não pode é pingar lá em "deus me livre" e faltar energia nas cidades servidas pela operadora, que cobra caro pelos serviços prestados.

Miracema disse...

Adilson,

Muito bem lembrado, o Valadão era um servidor exemplar da antiga CERJ. Aliás, ele e muitos outros.

Hoje vivemos num país onde os DIREITOS estão sempre acima dos DEVERES.

abçs

José

kvari disse...

Por falar em energia, luz, lâmpadas...
Até agora não trocaram a lâmpada em frente a minha casa na Rua Santo Antônio, e olha que até o Sr. João Magalhães já reclamou.
Antes era falta de lâmpada, mas agora o prefeito afalou na rádio - onde já enviei 4 e-mails reclamando - que lâmpada tem à vontade e que queria a cidade iluminada no Natal, pelo jeito lá na rua não vai ser assim, agora é falta de que...
Na Secretaria de Obras já perdi a conta de quantas reclamações fiz.
Ontem a noite tive que sair tarde e tava horrível.
E pago R$ 5,00 por mês de taxa de iluminação pública.