sábado, 25 de dezembro de 2010

CBF COLOCOU O GUIZO NO PELÉ


Recentemente foi alardeado na imprensa que a CBF teria unificado vários títulos de campeonatos realizados no Brasil. Como se sabe, a CBF é uma entidade privada que, atualmente, organiza o campeonato brasileiro de futebol (assim em minúsculo mesmo). A CBF é a responsável, também, pelo brilho do nosso futebol, por contratar Dunga como treinador e, especialmente, por ser dirigida por membros da família Havelange há muitos anos, nem sei quantos. Isso mesmo, Ricardo Teixeira foi colocado no cargo por João Havelange, não por seu méritos futebolísticos, mas por ser seu genro.

Agora, a CBF recebeu a incumbência de realizar a Copa do Mundo no Brasil. Tudo com apoio do Poder Público, com recursos da União, dos Estados e dos Municípios, portanto, dinheiro do nosso bolso. Ou seja, ela é uma entidade privada, que gere muito dinheiro público. Nem sei como é fiscalizada, mas creio que pelo TCU.

A famosa unificação dos títulos, nada mais é, que uma forma de atrair o maior nome do futebol mundial para a CBF, visando a organização da Copa do Mundo. Se sem Pelé foi impossível conseguir que o Brasil sediasse uma Copa, para organizá-la, a mesma coisa. E nada melhor para "agradar" o Rei do Futebol do que colocar o Santos na condição de um dos grandes vitoriosos do futebol brasileiro.

O que é difícil de entender e que ninguém falou até agora, pelo menos que eu tenha visto, é que a CBF está unificando títulos de campeonatos que ela NÃO FOI A ORGANIZADORA. Assim, nada mais ilegítimo do que essa bobagem. E pior é que o Flamengo está querendo processar, buscando meios legais para reaver títulos que lhe foram tirados. Tudo bobagem, a presidente está, como fez Ricardo Teixeira (que jogou para Pelé), fazendo marola.

Acho que o Flamengo deveria era esnobar a CBF, até porque, o time com a maior torcida do mundo, não precisa da CBF para ser o maior ganhador do Brasil.

Na verdade, resumindo a história, o que fizeram foi colocar o guizo no Pelé, nada mais humilhante para o rei, que está bem crescidinho para isso.

(sobre a CBD leia aqui)

4 comentários:

Christiano Abreu Barbosa disse...

Caro José Souto Tostes,
A questão é realmente muito polêmica. Talvez, seja isto mesmo que a CBF deseja.
O título do Flamengo, conquistado no campos em 1987, é inquestionável.
Qualquer torcedor isento no Rio considera o rubro-negro hexacampeão brasileiro.
Parabéns pelo blog e pela qualidade e diversidade de informações!
Abs,
Christiano Abreu Barbosa

Miracema disse...

Christiano,

Valeu, obrigado. Acho polêmica e inusitada a situação, porque a CBF não pode decidir sobre campeonato que ela NÃO ORGANIZOU.

Obrigado.

José

Luiz Carlos Martins Pinheiro disse...

Caro José

Este feudo implantado na CBF se deu glórias ao nosso futebol, por longo tempo não vem mais fazendo o mesmo.

Já se devia ter se livrado do mesmo promovendo uma indispensável e salutar renovação, deixando-se tais figuras na turma do passado.

Pelé inquestionavelmente continua sendo a maior figura do futebol brasileiro, recebido com ovação em qualquer lugar do mundo. No entanto tais figurões continuam eternos desconhecidos, mesmo no Brasil.

Sem nenhuma dúvida quem teve a glória de ver o Santos com Pelé & Cia. não pode ter dúvida quanto ao seu destaque, numa época que só competião realmente com ele o Bota de Garricha, Niton Santos & Cia. e o Cruzeiro de Tostão. Que época deslumbrante e única do futebol brasileiro. Foi o verdadeiro bicho papão nos granados de todo o mundo.

Certamente temos que continuar engolindo tal dinastia, pois, o momento é de muito trabalho e não de política.

Quem não tem cão caça com gato.

Abraços, saúde e Paz de Cristo.
Luiz Carlos/MPmemória.

Miracema disse...

Caro Luiz Carlos,

A troca de comando é sempre saudável, seja quem for. É um dos primados do regime democrático que não se aplica na CBF.

Porque ninguém sabe!! Ou sabe e não fala. Mandei o texto acima para um jornalista da Globo ele quase me matou.

Ou seja, os dólares da CBF compram o silêncio da mídia. Daí a importância dos blogs.

abçs

José