terça-feira, 10 de maio de 2016

JUEDYR PODE DESISTIR DE DISPUTAR A REELEIÇÃO

O blog está apurando as informações ainda, mas existe um forte rumor na cidade no sentido de que o prefeito de Miracema, Juedyr Orsay, que está no seu primeiro mandato, pode desistir de disputar a reeleição.

Juedyr tem uma carreira na política bem considerável, foi eleito vereador pelo PDT, depois vice-prefeito, numa chapa com Ivany Samel, no PMDB e eleito o sucessor de Ivany, com apoio do ex-governador Garotinho, pelo PR. Já no mandato Orsay mudou para o Partido Solidariedade.

Na prefeitura Juedyr não firmou uma equipe de governo definitiva, promoveu várias trocas de secretaria e o grupo que o elegeu, muitos saíram e estão costurando a candidatura do empresário Clóvis Tostes, filiado ao PP. Do núcleo forte de Juedyr saíram os ex-secretários Dadade, o empresário dono da Rádio Princesinha, Marcus Felipe, filho do ex-deputado Luiz Fernando Linhares e outros, além de vereadores e políticos locais.

O mandato foi conturbado pela guerra que Juedyr travou com a direção do instituto de previdência da cidade de Miracema, o CAPPS. Orsay tentou trocar a direção do CAPPS, que é eleita pelos servidores municipais, tentou até intervir na instituição, sem sucesso. Agora as derrotas jurídicas do prefeito nas inúmeras ações promovidas pelo CAPPS e até pelo Ministério Público, causaram impacto nas rendas da prefeitura, que viu bloqueados valores por ordem da Justiça, em suas contas.

A briga com a CAPPS chegou a gerar manifestações públicas na cidade, com passeatas e buzinaços.

Fora isso, Juedyr enfrentou a maior crise econômica vivida pelo país nos últimos anos, mas enquanto deveria economizar, o prefeito aumentou valores de contratos e não se preocupou em aumentar a arrecadação. Promoveu no início de 2016 a exposição agropecuária mesmo com boa parte da população reclamando da falta de medicamentos, atraso no pagamento de fornecedores, dificuldades para obtenção de exames médicos e tratamento.

Seu governo não vai deixar nenhuma obra significativa para cidade, nem com seus recursos, nem com recursos federais. A grande obra anunciada e iniciada em sua administração, de canalização de esgoto residencial provocou muitas críticas por causa da interdição de ruas e demora na recolocação do calçamento.

Não há nenhuma manifestação do prefeito afirmando que não é candidato, apenas informações não confirmadas.

3 comentários:

Anônimo disse...

Princesinha se escreve com S

Anônimo disse...

Em quatro anos de mandato não fez nada de relevante para a cidade. Péssima gestão!

ALTAIR MOREIRA disse...

Cadê o aumento salaris dos professores. Sumiuuuuu