domingo, 24 de abril de 2016

VASCO E BOTAFOGO NA FINAL DO CARIOCA 2016 - Ademir Tadeu


Vasco 2 x 0 Flamengo - O time vascaíno fez o seu melhor jogo, taticamente falando, em 2016. Surpreendeu o Flamengo com uma marcação avançada e não deu espaços para o time rubro-negro criar. A mudança de última hora do Flamengo com a entrada do Gabriel não surtiu nenhum efeito, ao contrário, com ele jogando mais aberto ficou um buraco no setor de meio-campo, que foi ocupado pelo Vasco e por ali foram criadas jogadas de contra-ataque.
Depois de seu 1º gol o Vasco abdicou do jogo e trouxe o Flamengo para o seu campo, oferecendo algumas oportunidades de jogadas pela linha de fundo que levaram algum perigo. Mas o adversário não estava numa tarde inspirada e não conseguiu transformar em gol as pouquíssimas oportunidades que teve. Para ser mais sucinto, ninguém no time flamenguista se destacou e o setor defensivo mais uma vez apresentou os velhos problemas. O Vasco ficou com o jogo na mão depois de marcar o 2º gol – que foi contra – e saiu com a merecida vitória e a conseqüente classificação para a final do certame. Foi o melhor jogo dos últimos confrontos entre os rivais. O time vascaíno continua precisando de um ataque mais eficiente para matar o jogo quando tem as oportunidades.
Botafogo 1 x 0 Fluminense – Mais uma partida em que o vencedor mereceu o resultado, pois foi superior ao adversário do início ao fim. O Botafogo fez hoje, em Volta Redonda, a sua melhor partida do campeonato. Usou um esquema parecido com o do Vasco, com uma marcação forte e adiantada, não oferecendo oportunidades ao adversário em quase todo o jogo. É louvável o trabalho do técnico Ricardo Gomes, que teve de formar um novo time e consegue chegar à final do carioca.
Sobre o Tricolor, foi surpreendido com a determinação tática do Botafogo e não conseguiu fazer fluir o seu jogo, principalmente os armadores – Cícero e Scarpa – além da péssima atuação do atacante Fred, uma peça nula durante os noventa minutos.
O Levir, assim como o Muricy, vão para uma pré-temporada para ajustar os seus times até o início do brasileirão – na segunda quinzena de maio.
Campeonato Paulista:

O Audax surpreendeu o Corinthians em um dos melhores jogos do ano e vai disputar a final contra o Santos. Vamos anotar o nome do técnico do Audax – Fernando Diniz – que muito em breve estará dirigindo um time grande. 

Um comentário:

Yussef Damian disse...

Pode ser que dirija algum grande, mas três ou quatro derrotas o levarão de volta a serie B C ou D, até que os nossos "jovens" técnicos modernos e atualizados aposentem, nem dirigentes e principalmente a imprensa "ligeiramente interessada" e especializada não o deixarão em paz. Vasco e Flamengo Corinthians e Audax e Botafogo e Fluminense fizeram jogos espetaculares, alguns tecnicamente superiores outros taticamente perfeitos, ao menos por um dos times.Não temos Barcelona, Madri, Bayern, PSG, Milan mas também não temos La Corunha, Celta de Vigo, Espanhol, Fiorentina, etc etc etc